Pensamentos aleatórios que se transformam.

29 de ago de 2016

Carta ao Mundo



















Não me encontrei neste mundo.
Na verdade me perdi e tentei me encontrar por diversas vezes.
Porém, não neste.
Gostaria de um outro.
Talvez as pessoas sejam o problema.
Se bem que muitas poderiam ser a solução.
Sentimento igual a de uma marionete.
Usado.
Largado.
Lembrado quando convém.
Em uma vitrine pra ser visto.
Em um porão para ser esquecido.
Sei que este mundo não é pra mim.
Eu pensava ao contrário, mas agora sei.
Sei que tudo poderia ser diferente mas não faria diferença. 
É o mundo, não sou eu, ou talvez seja.
Não quero pedir muito.
Só quero mudar deste mundo, apenas isso.

6 de mai de 2016

Amor = a você

Em sua terra fértil cultivo meu amor
Em sua boca me embriago
Caio amparado por teus braços
Seus olhos, como um feixe, cegam-me
Esqueço quem sou por um momento
Percebo em seu sorriso a alegria de minha presença
Um gesto, seu carinho, faz-me perceber o quanto te quero

Seu perfume é o mais puro oxigênio
Anseio em respirar-te mais 
Sua pele aquece-me nas noites frias
Você completa minha alma
Seu amor faz florecer a felicidade

Agora olho para o mundo de maneira diferente
Mais um dia se vai e o nosso amor atravessa a noite



25 de fev de 2016

Amorticida


Algo que não se vê, se sente. 
Algo diferente que está dentro da mente.
No coração a sensação.
Que contagia a retina de alegria.
É pulsar, vibrar. 
Escandalizar.
É correr sem alcançar.
Respirar fundo e se engasgar.
Pular num abismo sem fundo do abraçar.
O toque na pele de arrepiar e no beijo se afogar.
Mãos a entrelaçar. 
Nó nos dedos, afago nos cabelos.
Pálpebras a se fechar.
Correr riscos nos sorrisos.
Entregar-se de corpo e alma.
Nada de arrependimento, apenas contentamento.
É seguir em frente.
Saber que o amor está na gente. 
Amar até acabar e na morte se encontrar.

30 de out de 2015

O L H A R E S


Observe, espie, note, admire, afronte, cogite, indaga, reflita, distinga, vislumbre, mire, sinta, perceba, enxergue, aviste, siga, considere, contemple, encare, qualifique, avalie, ouça, inspecione, consulte, leia, analise, divida, veja, examine, manuseie, estude, proteja, defenda, cuide, interprete, aprecie.

Tudo, todos, a todo tempo, a todo instante.
Lance seu olhar para diversos olhares, sinta um mundo novo, diferente.
Siga com olhos abertos, mesmo que estejam fechados.

25 de set de 2015

ALMA



Ao abrir a janela vejo o mundo com os olhos de um cego.
E idem a um surdo, ouço o mundo.
E por ver e ouvir, quero gritar o grito de um mudo.

O ser, humano, objeto, de venda.
De venda, mas que ouve e fala.
Sem enxergar, é exposto na vitrine de uma loja chamada vida.

Tudo é tão fácil, descartável, superficial, que a relação humana perdeu seu valor.
Porém, ainda há uma coisa que lhe é exclusiva.
Ainda que, para alguns, seja comercializada de uma maneira imperceptível.

Você já vendeu a sua?

21 de ago de 2015

O Mágico de AZ


Sigo os passos da revolução.
Não há um caminho de ouro.
A abolição nunca ocorreu, só estamos sem correntes.
Somos uma máquina com coração.
Somos uma máquina com cérebro.
Somos uma máquina intimidada.
Somos de lata.
Enferrujados na rotina.
Somos espantalhos.
Abandonados no concreto.
Somos todos leões.
Covardes, rangendo sem dentes.
Quem é Dorothy?
O mágico é de AZ ! ! !
AZ vezes penso.
AZ vezes tento.
AZ vezes faço.
AZ vezes amo.
AZ vezes vivo.
E sempre morro, mais de uma vez, ao final de cada dia.

17 de jul de 2015

NA NOITE

Não esperava nada, absolutamente nada.
E nada havia, além de pessoas humanas.
Nada ocorrida na noite vulgar.
Eis então que te vejo.
Teu brilho radiante, cintilante. 
Chamou a minha atenção, despertou-me rapidamente.
O vulgar tornou-se notável, excêntrico talvez.
Através de ti conseguia ver algo diferente.
Um futuro inimaginável.
Ao me aproximar pude sentir teu calor e teu brilho cada vez mais intenso.
Entre tantos indivíduos, ruídos, vozes, pude me concentrar em ti.
Durante este instante, pude sair de minha triste realidade.
No entanto, percebi que estava se derretendo por mim.
E com o fim de sua chama meus sonhos se foram.